"Cookies" de coco e alfarroba (sem açúcar; sem glúten)

E as bolachinhas desta semana são de...Pois, são qualquer coisa que eu inventei ali á pouco num abrir e fechar de olhos, enquanto a sopa ferveu e com o que me apareceu á frente😟. E sabem porquê? Porque o bolinho de laranja que fiz no domingo para os lanches já se foi!!! Sumiu! Evaporou!
É verdade, ainda nem está a receita aqui no blogue e eu já não tenho bolo e já fui fazer bolachas...
As bolachas vêm já para aqui e nem foi preciso os meus habituais papelinhos e apontamentos de tão fácil e básico de fazer que são.
Na realidade não diferem muito de outras que estão aqui no blogue, a "base" é mais ou menos a mesma, apenas lhes dei um "cheirinho" a coco, que é completamente opcional, para mudar um bocadinho.
Se quiserem ver outras receitas de cookies idênticas a estas e com menos ingredientes, só terão de carregar 👇
"Cookies" simples com pepitas de chocolate (saudáveis; sem açúcar; sem farinha de trigo; sem manteiga)
"Cookies" de manteiga de amendoim (vegan; sem açúcar; sem glúten)

Para 16 bolachas vão precisar de:
  • 1 caneca de flocos de aveia (sem glúten se necessário)
  • 1 caneca de farinha de coco (se não tiverem podem usar de amêndoa ou outra que prefiram; também podem triturar flocos de aveia em farinha)
  • 1 caneca de coco ralado (é opcional e não precisa de ser substituído)
  • 3 colheres de sopa de farinha de alfarroba (ou cacau em pó)
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de farinha de linhaça
  • 200g de tâmaras demolhadas em 200ml de água quente
  • 1 colher de sopa de manteiga de amêndoa (é opcional; podem não usar nada ou trocar por outra manteiga que prefiram ou óleo de coco amolecido)
  • leite q.b. (o que preferirem)
  • Pepitas de chocolate para decoração
Confeção:
Descarocei as tâmaras e pus a demolhar na água quente enquanto preparei os ingredientes secos.
Numa tigela misturei todos os ingredientes secos: flocos de aveia, farinha de coco, coco ralado, farinha de alfarroba, fermento, farinha de linhaça.
Triturei as tâmaras com a varinha mágica até estar num creme. Adicionei aos secos e misturei bem com as minhas mãos. Também juntei 1 colher de sopa de manteiga de amêndoa para aromatizar.
Amassando bem com as mãos vão obter um "crumble", ou seja, ao apertar ela integrasse mas não forma uma bola. Aos poucos, uma colher de sopa de cada vez, juntei leite e fui amassado com as mãos até conseguir formar uma espécie de bola imperfeita.
Liguei o forno a 180ºC. Forrei o tabuleiro do forno com papel vegetal.
Com a massa fiz bolas nas minhas mãos (não cola e podem chamar as crianças para ajudar), coloquei no papel vegetal e achatei. Decorei com pepitas de chocolate.
Levei ao forno a assar 12 minutos.






Tão boas!

Comentários

  1. Boas! fiz a receita mas fiquei com dúvida na parte das tâmaras. tritura-se com a água ou não?Obg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, tritura-se sempre com a água. Só raras exceções é que não se faz isso. Se desperdiça a água da demolha das tâmaras, desperdiça parte do seu produto, já que essa água está bastante doce.
      Quando fazemos o puré de tâmara estamos a fazer uma espécie de geleia adoçante, daí usarmos a água da demolha.
      Em algumas receitas, como por exemplo bases de tartes ou cheesecake, apenas se tritura as tâmaras.

      Eliminar

Enviar um comentário