Bolo de coco e alfarroba (saudável; sem açúcar, manteiga nem farinha de trigo)


Sem duvida dos melhores bolos de festa que já fiz, uma combinação extraordinária e infalível, que resultou num bolo húmido e fofo, com a textura e tamanho ideal para servir em ocasiões de festa e, porque não em qualquer dia.
Bom, a esta altura vocês que estão a ler devem estar a pensar: "Ah, ela diz isto de todos os bolos que faz, este para ela é só mais um". E têm toda a razão em pensar isso, mas não é verdade. Eu de facto já fiz muitos bolos, os aqui partilhados e não só. Não digo que goste de todos eles por igual, mas também não gosto lá muito de fazer o que não gosto de comer, logo, dificilmente partilharei um bolo que não goste de todo. Este foi especial.

Uma pessoa que gosto muito fez anos e, embora esteja muito longe para poder partilhar com ela um bolo, resolvi dedicar-lhe uma receita. Digamos que me serviu de inspiração. Se fosse fazer-lhe o bolo de aniversario como é que o faria? Pois faria assim, com estes dois sabores.
A confeção do bolo é simples, dentro daquilo que é habito eu fazer. Hoje bati as claras dos ovos em castelo para fazer o bolo mais fofo, mais de festa. Apesar disso, é bastante húmido, em especial devido á quantidade de puré de maça que está em substituição da manteiga e óleo num bolo comum.
Este é mais um bolo em que tentei retirar o máximo de calorias possível, mantendo as características de bolo de festa. Retirei toda a gordura dum bolo comum que como sabem "pesa" imenso no valor calórico, substituí açúcar por tâmaras que, apesar de calóricas, são muito ricas em diversos nutrientes essenciais e o seu puré dá uma textura única aos bolos. A alfarroba tem variadíssimos benefícios, entre eles: é rica em antioxidantes e nutrientes essências, ajuda a reduzir o mau colesterol e ainda é rica em cálcio. Eu gosto de salientar o facto de promover a sensação de saciedade facilmente, assim como melhora a digestão. Para além disso, como é mais doce que o cacau, permite retirar adoçante a um bolo que tradicionalmente é feito de coco e cacau.


Vão precisar de:
(O tamanho da caneca que usei é de 250ml; a forma que usei é de 24cm de diâmetro)
  • 200g de tâmaras secas descaroçadas e demolhadas em 150ml de água quente
  • 3 maças pequenas e sumo de meio limão
  • 2 e 1/2 canecas de farinha de espelta ou aveia
  • 1/2 caneca de amido de milho (maisena) ou polvilho doce
  • 1 caneca de coco ralado
  • 1/2 caneca de farinha de alfarroba
  • 3 colheres de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 pitada de sal
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 3 colheres de sopa de leite
  • 4 ovos
Recheio e cobertura:
  • 200g de queijo creme
  • 4 colheres de sopa de iogurte grego
  • 100 a 120 g de coco ralado
  • 3 colheres de sopa de mel ou qualquer adoçante á escolha não granulado (usei 1 colher de mel e 2 de adoçante stevia em pó)
Outras coberturas:
  • uma lata de leite de coco sólido batida com 2 colheres de sopa de mel e coco ralado até estar na consistência semi sólida
  • 300g de queijo quark com 3 colheres de sopa mel ou outro adoçante não granulado e coco ralado até estar na consistência semi sólida.
Confeção:
Comecei por descascar e cortar as maças em pedacinhos, coloquei numa tigela de ir ao microondas, reguei com sumo de meio limão, tapei com pelicula aderente e levei ao microondas por 4 minutos. Retirei e triturei com a varinha mágica.
Pus as tâmaras a demolhar por 5 minutos enquanto a maça cozeu no microondas. Triturei com a varinha mágica até estarem num creme. Deixei o puré de maça arrefecer um pouco antes de usar.




Pus o forno a aquecer a 180ºC. Untei e forrei com papel vegetal uma forma de 24cm de diâmetro. Numa tigela misturei bem todos os ingredientes secos: farinhas, amido, coco, fermento, bicarbonato, sal.
Juntei 1 caneca de puré de maça*, o puré de tâmaras, o azeite, o leite e as gemas.
*É normal sobrar um bocadinho de puré de maça, depende naturalmente do tamanho das maças; se sobrar só 1 ou 2 colheres, podem acrescentar que não há problema; também podem guardar para, por exemplo, as papas de aveia.

















As claras coloquei numa tigela e bati em castelo firme.
Bati a mistura dos secos com os restantes ingredientes. Antes de envolver as claras, é a hora de provarem a vossa massa. Vejam se está ao vosso gosto ou se querem mais doce. Eu acrescentei 2 colheres de sopa de adoçante em pó stevia apenas porque o bolo não era só para a família de casa, para mim estava bom. Finalmente envolvi as claras batidas.


Verti na forma e levei ao forno cerca de 35 minutos. Como sempre, espetem o palito ao fim dos 30 minutos e ao fim dos 35 para ver se está pronto. Só quando o palito sair seco (limpo) e que retirem do forno ou desliguem o forno e deixem a porta aberta.
Deixei arrefecer completamente antes de rechear.


Para o recheio, bati bem o queijo com o iogurte, o adoçante e o mel. Fui acrescentando o coco aos poucos até ter uma mistura consistente mas suficientemente cremosa para ser espalhada.
Abri o bolo ao meio, espalhei 4 colheres de sopa do recheio. "Tapei" o bolo e espalhei o restante. Nota: neste bolo é mais importante o recheio que a cobertura. Se optarem por fazer, coloquem uma boa camada de recheio. Mesmo que não sobre muito para a cobertura, fica ao estilo "naked cake" que é sempre giríssimo.







 Tão bom...












Comentários

  1. Bom dia, posso substituir a farinha de alfarroba por outra?

    Parabéns pelo blog e obrigado por todas estas partilhas deliciosas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite!
      Muito obrigada, fico muito feliz que goste.
      Pode substituir por cacau em pó.

      Eliminar

Enviar um comentário