Tarte salgada (quiche sem base) de curgete e requeijão
 

Muito simples, seja de execução seja de sabor, esta tarte resultou da minha ida á Serra da Estrela visitar a família. É que trouxe lá um dos produtos regionais que mais aprecio, o requeijão, e entendi cozinhar com eles as refeições de segunda feira.

Para quem não sabe, o requeijão é feito a partir da precipitação ou coagulação, pelo calor, das proteínas contidas no soro resultante da laboração do queijo da serra. Ao soro pode adicionado leite de ovelha cru, água potável e, por vezes, em condições devidamente autorizadas, leite de cabra.
É por isso um produto de elevada percentagem de proteína e pouca gordura, semelhante a tantos outros queijos de fabrico internacional muito vendidos em Portugal e apreciados pelos desportistas.
Para mim ele é por si só uma das melhores sobremesas que posso comer. No prato com um fio de mel e nozes...humm, que perdição.

Vão precisar de:
  • 2 curgetes pequenas raladas
  • 4 ovos
  • 2 colheres de chá de massa de alho (usei da Flor das Hortas) ou alho picado ou alho em pó
  • sal e manjericão a gosto para temperar
  • 1 requeijão de Seia (200g) (ou ricota italiana)
Acompanhei com salada de espinafres baby e tomate cereja temperada com sal, azeite e vinagre balsâmico.

Confeção:
(fotos no fim)
  1. Pus o forno a aquecer a 180ºC. Untei bem uma tarteira.
  2. Ralei as curgetes e passei para um pano. Apertei bem de forma a retirar o máximo de água possível.
  3. Passei para uma tigela e adicionei os ovos, o alho e os temperos. Misturei bem. Acrescentei o requeijão partido e envolvi.
  4. Verti sobre a tarteira e levei ao forno até estar cozinhada e dourada. Dependendo do tamanho da vossa tarteira, são cerca de 35 minutos.
Servi acompanhado de salada.
 
 





Bom apetite!








Comentários