Tarte Mousse de chocolate (saudável; sem açúcar, sem glúten; sem nenhum tipo de gordura)


Incrivelmente deliciosa, tanto quanto é a facilidade de execução, esta tarte tem uma historia e, claro, eu vou contar.
Bom, este fim de semana o meu filho mais velho trouxe 4 amigos para passarem o carnaval aqui em casa. A ideia era conhecerem a região de Aveiro onde vivemos e aproveitar para ir aos conhecidos carnavais de Estarreja e Ovar.
Como devem imaginar, planeei as refeições antes para fazer as minhas compras. As sobremesas foram planeadas tal como os pratos principais, os lanches e as ceias. O que eu não me lembrei foi que nos lanches já de madrugada também iriam querer comer um docinho. Se para a primeira noitada de folia lhes fiz um bolo de caneca e deixei pronto, para a segunda não fiz nada e apenas deixei o bolo que servi ao jantar. No dia seguinte tive de desencantar uma sobremesa para o almoço em 3 tempos e não planeada. Não é que eles adoraram!
O que eu fiz foi muito simples. Primeiro uma base crua bastante comum e que faço para muitas tartes. Depois fiz uma mousse que não é mais que a mousse que vos mostrei á poucos dias de apenas 2 ingredientes. Como é uma mousse que não exige muito tempo de frigorifico, fica tudo pronto num instantinho. Depois é só "trabalhar" um pouco nas decorações.




Podem ver aqui a mousse que deu origem ao recheio desta tarte.
Vão precisar de:
(medida da caneca que usei é de 250ml; medida da forma que usei é de 24cm de diâmetro)
Base
  • 2 canecas de flocos de aveia (sem glúten se necessário)
  • 1/2 caneca de amêndoas ou qualquer outro fruto seco oleaginoso
  • 100g de tâmaras secas (podem fazer uma mistura de tâmaras e passas)
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
  • leite q.b.
Recheio
  • 200g de chocolate preto (usei 74% cacau)
  • 15 colheres de sopa de iogurte grego natural light
Confeção:
(Infelizmente não tenho as habituais fotos de confeção.)
  1. Muitas das vezes que faço esta base não demolho as tâmaras. Se quiserem podem faze-lo em 50 ml de água quente e não irão precisar do leite no fim.
  2. Coloquei as tâmaras descaroçadas no processador de alimentos. Triturei até formar uma bola. Retirei e coloquei as amêndoas. Triturei até estar numa farinha grossa. Juntei os flocos de aveia e voltei a triturar até estar tudo numa farinha grossa. Voltei a colocar a "bola" de tâmaras no processador e triturei para misturar. Juntei leite, uma colher de sopa de cada vez (só precisei de duas), até ter uma farofa solta que ao apertar nas minhas mãos fica compacta.
  3. Forrei a forma com papel vegetal e preenchi o fundo e parte dos lados com este preparado, pressionando com os meus dedos. Reservei.
  4. Parti o chocolate em pedaços e pus a derreter em banho maria. Quando já cremoso, retirei debaixo da água.
  5. Deixei arrefecer 2 minutos e aos poucos (inicialmente 1 colher de cada vez), fui adicionado o iogurte e mexendo. 
  6. Verti o preparado sobre a base e reservei no frigorifico até á hora de servir (não precisa mais de 15 minutos). 
  7. Decorei com amêndoa picada, molho de chocolate e creme de iogurte grego.
Para o molho de chocolate: a cada colher de sopa de cacau corresponde 1 de mel e 1 de água. Misturo bem e levo ao microondas alguns segundos. Se estiver demasiado denso para o que pretendo, junto mais um pouco de água
Para o creme de iogurte grego/ queijo quark: por cada 100g de iogurte grego coloco 1 colher de sopa rasa de mel ou adoçante me pó. Mexo e está pronto.

Tão simples, tão bom!


Comentários