Tarte limão saudável ("fit"; "low fat"; low carb"; com queijo quark; sem leite de coco; sem maisena; sem natas; sem leite condensado)

E pronto, cá está ela, a fantástica da Tarte de limão II, que é o mesmo que dizer, versão sem leite de coco nem maisena! Ah, querem saber onde anda a outra, não é? Pois podem ver a minha outra receita de tarte de limão saudável e vegan, sem ovos portanto, carregando👉aqui.



E o que é que esta tem de especial? Para quem não leu a introdução da mousse de limão que publiquei recentemente, a técnica que usei para fazer o creme deste recheio é muito fácil mas não muito comum. Faço á algum tempo para algumas receitas como esta, a mousse de limão e até pasteis de nata. Recentemente também publiquei uma tarte de nata que não foi feita desta forma, foi com maisena, pois queria apresentar uma solução para fazerem tarte de nata sem usar ovos. Esta técnica consiste em "cozer" os ovos em banho maria com algum liquido, aqui foi sumo de limão, e o que vamos obter um creme macio e denso. Não tenho bem certeza de quando é que fiz pela primeira vez, mas tenho a ideia que foi para fazer "curd" de limão. Acreditem que vão ter o melhor "curd" das vossas vidas se o fizerem desta forma.
Toda a tarte foi pensada para ser o mais saudável e "fit" possível. Pensei em tudo, ao mínimo pormenor, da base á decoração, para que não haja uma única pessoa a dizer-me que não pode comer. Habitualmente faço esta tarte com base de frutos secos (amêndoa e tâmaras é o mais comum) e hoje fiz com outro tipo de base, mais simples e menos calórica.




O que eu quero destacar é o facto de a ter feito com farinha de coco e não com outra. A farinha de coco é muito rica em fibras solúveis, em 100g há 56g de fibras solúveis. Isto quer dizer que absorve muito os líquidos. Para verem mais informações sobre a farinha de coco carregar👉aqui.
A vantagem de usar esta saudável farinha, nomeadamente na base de tartes, é que a quantidade que colocamos é substancialmente menor. Como vão ver lá em baixo na descrição de ingredientes, se usarem farinha de coco são 85g e se usarem, por exemplo, de aveia, são 200g. Tão interessante quanto a quantidade e a qualidade, é também o preço. Esta é uma farinha mais cara, no entanto, e como usamos muito menos, acaba por ser mais barato.
Só há uma coisa que de facto é impossível retirar nesta tarte: os ovos. Para quem não possa comer ovos, têm a alternativa da minha outra tarte.
Falta só mesmo falar de calorias. Os valores que vos vou dar são apenas para os ingredientes que usei.
Farinha de coco: 298; ovos (base + recheio): 444; stevia: não indica quaisquer calorias; iogurte grego natural light: 120; limão: 30; queijo quark: 36.
Tudo somado dá 928kcal (sem 36 calorias da decoração com queijo quark). Dividido por 12 fatias são 77kcal por fatia.

Para uma forma de 22 ou 24cm de diâmetro vão precisar de:
Base
  • 3/4 de caneca (180ml no copo medidor) de iogurte grego natural light ou puré de maça ou 1/2 caneca (120ml no copo medidor de óleo de coco)
  • 2 ovos
  • 3 colheres de sopa de ingrediente adoçante que gostem de preferência liquido (usei stevia liquido em que 10 gotas correspondem a uma colher de sopa) 
  • 3/4 de caneca (180ml no copo medidor) de farinha de coco ou 200g de farinha de aveia
Recheio:
  • 4 ovos
  • 1 limão sumarento (raspa e sumo)
  • 5 colheres de sopa de ingrediente adoçante que prefiram (usei stevia liquido)
  • 4 colheres de sopa de queijo fresco batido 0% mat. gorda (queijo quark) ou iogurte grego ou leite de coco sólido ou natas batidas
Decoração
  • 4 colheres de sopa de queijo fresco batido 0% mat. gorda (queijo quark) ou iogurte grego ou leite de coco sólido batido
  • 1/2 colher de sopa de ingrediente adoçante não granulado
Confeção:
Pus o forno a aquecer a 180ºC. Forrei e untei uma tarteira de fundo amovível.
Numa tigela bati o iogurte, os ovos e a stevia. Acrescentei a farinha e amassei. Vão ver que ela absorve de imediato os líquidos e facilmente se faz uma bola, perfeitamente moldável.
Nota: Se usarem os ingredientes alternativos terão que ajustar de forma a formar uma bola. Se estiver muito seca juntar mais iogurte; se estiver muito mole juntar mais farinha.
Pressionei a massa no fundo e lado da forma. Fiz furos com um garfo. Levei ao forno 10 a 12 minutos. Deixei arrefecer um pouco para "secar" antes de colocar o creme.


Para o recheio, bati bem com o batedor de varas manual os ovos com o adoçante, sumo e a raspa de limão. Levei ao lume em banho maria, mexendo com frequência. Vão ver que rapidamente fica um creme macio e denso.
Retirei debaixo da água quente e deixei arrefecer um pouco (uns 2 ou 3 minutos). Juntei o queijo quark, uma colher de sopa de cada vez, e misturei bem. O que acabaram de fazer é, provavelmente, o "LEMON CURD" mais delicioso, fácil e saudável que alguma vez viram.
Verti o creme sobre a base e reservei no frigorifico durante a noite (mínimo 4 horas).
Decorei com queijo quark batido com adoçante.



É tão bom....







Comentários