"Tortilla" de curgete


Não foi à primeira mas foi à segunda e aqui estão as minhas "tortillas" (tortilhas mexicanas) feitas com curgete.
Vou-vos contar como surgiu a receita. No verão, quando estava na minha casa de praia, tentei por duas vezes fazer as tortilhas mexicanas de forma saudável, ou melhor, fazer sem farinha. É normal eu fazer estas experiencias lá, pois de ferias apetece mais este tipo de refeições, para além de que, se corresse bem e pudesse fazer logo uma boa quantidade, era um adianto para as refeições mais apreçadas. Tentei de duas formas, a primeira com a base de couve flor da pizza, a segunda algo parecido com estas que aqui vão ver. O que é certo é que não acertei em nenhuma das receitas, elas partiam ao pegar, não tinham "elasticidade suficiente. Calculei que tivesse de pôr mais queijo, mas como estava de ferias, achei que já chegava de experiências, aqui voltaria a tentar.

Acabou no esquecimento até ao dia em que fiz o rolo de curgete que vos apresentei aqui á poucos dias atras. Quando experimentei essa fantástica receita que a Sílvia Figueiredo me passou, logo me lembrei das tortilhas mexicanas. Tinha a elasticidade que precisava!
Ontem foi dia de tentar. Teria de acrescentar a receita para dar pelo menos 2 tortilhas a cada um de nós cá de casa, 8 tortilhas; tinha de aumentar ainda mais a elasticidade, pois teria de ser mais fino.
E cá estão elas! Ficaram absolutamente fantásticas, estamos todos conquistados e nem deu trabalho nenhum.

Para a próxima experiência ficam as de couve flor e ainda anda na manga uma receita com quinoa.
Para 8 tortilhas vão precisar de:
  • 3 curgetes médias
  • 200g de queijo ralado (usei uma mistura de queijo para gratinar com mozarela; podem usar só mozarela)
  • 2 ovos
  • 1 pitada de sal (pouco, pois o queijo já é salgado)
  • ervas aromáticas (usei orégãos, salsa e coentros secos da Chaparral)
Recheio:
  • Podem fazer o que mais gostarem. Nós cá em casa gostamos bastante deste que contem: feijão preto, milho, tomate, cebola, abacate, queijo feta, sumo de limão e salsa picada)
Confeção:
Ralei as curgetes e pus num pano. Apertei e espremi bem. Este passo é o mais importante e o sucesso das tortilhas depende dele. Não é fácil tirar a água a 3 curgetes, por isso aconselho a fazerem metade de cada vez.


Pus o forno a aquecer a 180ºC.
Coloquei a curgete ralada já bem espremida numa tijela e juntei o queijo, os ovos e as ervas aromáticas. Misturei bem.

Forrei o tabuleiro do forno com papel vegetal. Dividi a mistura que tinha em 8 bolas, coloquei no papel vegetal e achatei em círculos. Deve ficar fino.
Levei ao forno cerca de 20 minutos até estarem bem douradinhas. Eu peguei nas minhas para ver se elas estavam de facto "elásticas" e dourei mais um pouco do outro lado, embora não seja necessário. Quando arrefecem um pouco são ainda mais fáceis de mexer, tal e qual como uma tortilha ou taco tradicional.
Recheei com os ingredientes que mencionei na lista e servi de imediato.




Nota: Nas fotos seguintes não ver a água que se formou quando estava a fazer as minhas tortilhas. Como era uma quantidade grande e espremi tudo junto, é normal que no meio tenha ficado mal. Quando estava a fazer as minhas "bolas" de curgete tive de voltar a espremer. É por isto que vos aconselhei a espremer metade de cada vez. O que parece ser mais fácil e rápido acaba por ser o contrario.


Bom apetite!


Comentários