Bolo queijada de manga (sem glúten; vegan)


Ontem, como é costume, fui á frutaria da vila onde vivo. Apesar de ser uma pequena vila, tem uma frutaria com tudo do melhor e muita variedade, mais do que alguns hipermercados. E o que é que havia lá e me deram a provar? Manga angolana. Bem, nem vos digo nada...Era uma verdadeira delicia, a melhor que já comi até hoje. Trouxe para casa e só chegou uma até á hora de jantar. Descasquei e parti duas, pus numa tigela e eu e a minha filha não conseguíamos parar de comer. Parecia que estava regada de mel.
Pensei logo que tinha que fazer uma sobremesa com elas ( e ter de ir comprar mais, claro!). Pensei num cheesecake, mas fiz um na semana passada, não queria repetir-me. Uma mousse é ótimo, mas estava com vontade de arriscar em qualquer coisa diferente. Foi então que me decidi pelo bolo.
Na net há inúmeras receitas de bolo de manga, mas eu queria um bolo que soubesse mesmo a manga, que fosse um misto de mousse, cheesecake e bolo, ou seja, um bolo com textura de queijada sem no entanto ter sabor a queijo.

Com a tempestade que esteve, acabei por não ir comprar mais mangas á frutaria e trouxe da promoção dum dos supermercados. Não tinham nada a ver com as outras, mas deu para ter os resultados que queria. Aqui está ele!


Na confeção deste bolo vão ver um processo químico muito interessante: a reação química do fermento e bicarbonato de sódio com iogurte. Esta é uma reação quase obrigatória para termos bolos fofos e húmidos.
Vamos entender o que vamos fazer? Para que um bolo cresça é necessário um agente químico que injete ar na mistura: o fermento é o mais habitual, e em alguns casos é necessário o bicarbonato. Como são bases, precisam de um acido para reagir e haver formação de dióxido de carbono que vai causar borbulhas na massa. Esse ingrediente pode ser vinagre, limão, iogurte ou leite. Sempre que queremos um bolo fofo e húmido temos de fazer este processo químico. Aqui vamos faze-lo antes de ir ao forno para que o nosso bolo fique enqueijado, ou seja, a reação não vai acontecer antes e não na presença da massa (farinha).
Nas fotos abaixo usei uma manga maior para a cobertura e usei a minha forma ajustável para não escorrer cobertura para os lados. Também troquei a farinha de coco por farinha de aveia.👇




Vão precisar de:
(medida da caneca que usei é de 250ml; forma de fundo amovível com 20cm de diâmetro-pequena; podem fazer na forma do brownie forrada a papel vegetal )
  • 3/4 de caneca de açúcar de coco ou mascavado*
  • 1/2 iogurte natural ou de aroma normal ou de soja (usei aroma de coco)
  • 1 e 1/2 colher de chá de fermento em pó
  • 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 manga média /grande (cerca de 500g)
  • 60 ml de azeite ou óleo de coco liquido (ou qualquer óleo vegetal)
  • 2 canecas de farinha de coco (podem usar outra farinha que prefiram)**
  • 1 colher de sopa de amido de milho ou polvilho doce
Cobertura:
  • 1 manga pequena
  • 3 folhas de gelatina (ou agar-agar para vegan)


*Para quem tem dificuldade em medir 3/4 de caneca, é só usar um copo de medida e preencher até aos 180ml
** se usarem uma farinha normal com glúten é normal que o vosso bolo não fique igual ao meu, isso não quer dizer que fique mal, irá ficar mais fofo e menos enqueijado.

Confeção:
Numa tigela média misturei bem o açúcar com o iogurte. Adicionei o bicarbonato e o fermento. Voltei a misturar bem. Reservei por 5 minutos. Durante este tempo vão ver a mistura a borbulhar, como se estivesse em fervura em lume muito baixo.

Aqui mudei de tigela para melhorar a foto e consigam ver a borbulhas👇
Nos 5 minutos que esperei pela reação anterior, descasquei, parti em pedaços e triturei a manga. Como não estava muito madura, juntei-lhe 1/2 banana, mas só é necessário se não estiver madura. Também coloquei a farinha e o amido para uma tigela e misturei bem. Se puderem peneirem juntas que é o ideal. Forrei e untei a forma com papel vegetal. Liguei o forno a 180ºC.
Juntei a polpa de manga e o azeite á mistura que esteve em reação e misturei bem.
Aos pouquinhos envolvi a farinha. Vão obter uma massa muito densa. Se a vossa manga for bastante madura e fizer uma polpa mais liquida, idêntica á de lata, a textura da massa que vão obter é menos densa e idêntica a qualquer bolo.
Passei para a forma e levei ao forno cerca de 30 minutos.




Retirei e deixei arrefecer por completo antes de desformar.
Para a cobertura, triturei 3/4 da manga (deixei um pouco para a decoração). Pus as 3 folhas de gelatina a demolhar em água por 3 minutos. Escorri-as e levei ao microondas alguns segundos com 2 colheres de sopa de água para se dissolverem. Juntei-lhes 200ml de água e verti sobre a manga. Deixei arrefecer (ganhar alguma consistência) antes de verter por cima do bolo.
As fores da decoração foram feitas com a receita do recheio dos bounty. Receita para ver carregando 👉aqui
Fiz um retângulo com essa massa de leite de coco e coco ralado inseri a forma de flor. Espalhei sementes de papoila no centro.







Tão bom...

Comentários