Bolo de laranja e iogurte ( saudável; sem açúcar, nenhum tipo de gordura nem farinha de trigo)


Quando eu era pequena a minha mãe fazia bolo de laranja e bolo de iogurte. De resto, tenho a sensação que em todas as casas havia bolo de iogurte, assim como no inverno havia bolo de laranja para o lanche de domingo.
Não era exatamente uma perdição para mim, que sou mais de bolos pesados que bolos fofos, e estes eram bolos fofos, mas tenho a sensação que foi com estes bolos que me tornei uma profissional na arte de rapar tigelas! É isso mesmo, eu desde pequena que adoro a massa dos bolos, mais do que os bolos prontos, e estes eram sem duvida uma delicia antes de irem ao forno. Resumindo, o salazar da casa era eu e continuo a ser!
Um destes dias dediquei-me a ver receitas antigas lá de casa. Procurava um pudim de laranja que a minha mãe fazia. Não encontrei. A verdade é que tenho uma enorme confusão de papeis, folhas e rascunhos no armário das revistas e livros de cozinha, de tal forma que me parece impossível encontrar o que quer que seja lá. Não vi o pudim mas vi uma revista muito antiga da teleculinaria com o bolinho de laranja. Logo me lembrei do de iogurte.

Analisei bem e resolvi fazer o meu próprio bolo de laranja e iogurte. No fundo é uma mistura das duas receitas sem ter nada a ver. Sim, é que o resultado nada tem a ver com o tradicional bolo de laranja. O que vos posso dizer é que ficou uma verdadeira tentação saudável, um bolinho para comer a qualquer hora do dia, com intenso sabor a citrinos, húmido e até fiz um formato maior do que aquilo que costumo fazer.
Vamos á receitinha?
Vão precisar de:
(A medida da caneca que usei é de 250 ml; a forma é de 24 cm de diâmetro)
  • 200g de tâmaras secas
  • sumo de 3 laranjas (200ml) e raspas de 2
  • sumo de 2 limões (50ml) e raspas de 1
  • 6 ovos
  • 6 colheres de sopa de iogurte grego natural (usei light)
  • 2 canecas de farinha de aveia ou espelta
  • 1 caneca de amêndoas trituradas ou farinha de amêndoa ou coco ralado ou outro fruto seco oleaginoso triturado
  • 2 colheres de sopa de amido de milho (maisena) ou polvilho doce
  • 3 colheres de chá de fermento em pó
  • 3 colheres de sopa de adoçante á escolha (mel, adoçante em pó, açúcar de coco, mascavado, ou qualquer xarope adoçante que prefiram
Calda (opcional):
  • 3 laranjas
  • 3 colheres de sopa de açúcar de coco ou mascavado
  • 200 ml de água
  • 1 colher de café de amido de milho ou polvilho doce
ou
  • sumo de laranja (200ml- cerca de 3 laranjas)
  • 3 colheres de sopa de açúcar de coco ou mascavado
  • 1 colher de café de amido de milho ou polvilho doce
Confeção:
Tirei o caroço ás tâmaras e coloquei num copo alto. Retirei a raspa e o sumo ás laranjas e limões e coloquei no copo das tâmaras. Deixei-as a demolhar no sumo e raspas até ao momento da utilização.

Pus o forno a aquecer a 180ºC e untei e forrei uma forma com papel vegetal.
Numa tigela grande bati os ovos inteiros com a batedeira em potencia máxima, até aumentar muito de volume e formar um creme macio e esbranquiçado (uns 5 minutos a bater). Acrescentei o iogurte e voltei a bater, agora potencia mínima e só para misturar.


Triturei as amêndoas no processador de alimentos até ter uma espécie de farinha grossa.
Noutra tigela misturei bem todos os secos: farinha, amêndoas trituradas em farinha, amido de milho, fermento.

Triturei as tâmaras com o sumo e raspas e juntei á mistura de ovos e iogurte. Bati novamente em potencia mínima só para misturar bem. Verti metade sobre os secos e misturei bem até não ter sinais de farinha. Acrescentei a outra metade e apenas envolvi.






Provei a minha massa e achei-a pouco doce. Acrescentei 3 colheres de sopa de adoçante stevia em pó. Aconselho a que façam o mesmo e escolham o adoçante que preferirem: mel, agave, xaropes adoçantes, açúcar de coco, mascavado,...

Verti sobre a forma e levei ao forno. O meu teve 55 minutos. Vai depender do tipo de forma que usarem, por exemplo, uma forma de buraco a cozedura é mais rápida. Espetem o palito aos 50 minutos e vejam. Se o palito sair seco, está pronto. Eu deixei o meu arrefecer dentro do forno com a porta aberta.







Para a calda, cortei as laranjas ás rodelas e coloquei num tachinho com a água e o açúcar. Deixei ferver em lume médio por uns 10 minutos. Retirei as rodelas de laranja, diluí o amido em 20 ml de água e juntei á calda. Deixei ferver mais 5 minutos. Tenham atenção que não é um molho, ou seja, não tem de estar cremosos, apenas alguma consistência que aumenta ao arrefecer.
Nota importante: a calda feita como eu fiz, com a laranja ás rodelas, tem um sabor mais intenso e amargo, embora bastante saudável pois é na casca que se concentra grande parte da vitamina C. Ainda assim, se quiserem a calda mais "leve" usem só o sumo.







Já com o bolo frio (morno), espalhei a calda cuidadosamente com uma colher de sobremesa e decorei com a rodelas de laranja.





Sabores simples, sabores cá da terra!






Comentários