Tarte de café (vegan; sem glúten; sem açúcar nem manteiga)


Para quem aprecia o aroma e sabor a café, esta tarte é o doce perfeito. Para o fim da refeição, mesmo antes ou a acompanhar o próprio do café, é um prazer comer!
Eu estou neste grupo, e imagino que é bem grande..., adoro café, o aroma, o cheirinho que fica no ar, quente ou frio, não resisto! No entanto não bebo o café propriamente dito, apenas descafeinado. O café faz-me ficar "elétrica" em demasia, na verdade dizem que verdadeiramente insuportável, e como eu própria sinto o sistema nervoso alterado, em grande estado de ansiedade, prefiro mesmo não beber de todo cafeina em nenhuma forma. Há quem diga que o descafeinado é pouco saudável, eu acho que depende do ponto de vista e do problema que cada um tem com a cafeina...

Esta não é a minha primeira experiencia na tarte de café, já fiz uma muito parecida com queijo quark, mas confesso que não ficou o que esperava.
Como adoro a combinação café, chocolate e coco, tentei dar um toque de cada um destes sabores, realçando naturalmente o do café.
Vão precisar de:
(a caneca que usei é de 240ml de capacidade e o tamanho da forma é de 22 cm de diâmetro)
Base
  • 10 a 12 tâmaras secas descaroçadas
  • 1 e 1/2 caneca de flocos de aveia (sem glúten se necessário- á venda em qualquer supermercado)
  • 1 caneca de coco ralado
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
Recheio
  • 200ml de café (ou descafeinado) forte (pode ser tipo bica ou instantâneo)
  • 4 colheres de sopa de polvilho doce (ou amido de milho- maizena, ou araruta)
  • 400ml de leite de coco sólido (1 lata que deve estar no frigorifico á pelo menos 1 dia para que a parte sólida esteja separada da liquida)*
  • 1/2 caneca de adoçante em pó ou geleia de agave ou açúcar de coco ou açúcar mascavado ou mel para uma versão não vegan

Para as decorações:
Trufinhas de coco
  • 6 tâmaras secas descaroçadas
  • 1/2 caneca de coco ralado
  • 1 colher de chá de cacau em pó
  • 1 colher de chá de manteiga de amendoim
Molho de chocolate
  • 1 colher de chá de cacau em pó
  • 1 colher de café de mel
  • água que retirei da lata de leite de coco (cerca de 1 colher de sobremesa)
Molho de manteiga de amendoim
  • 1 colher de sopa rasa de manteiga de amendoim
  • 1 colher de café de mel
  • água que retirei da lata de leite de coco
* Antes de passar á descrição da receita, gostava de alertar para as latas de leite de coco que de resto costumam trazer "confusão" a algumas pessoas. As latas de leite de coco devem estar no frigorifico para que a parte sólida se separe da liquida. O que estamos a fazer é a obter a parte mais "gorda" do leite de coco. Acontece que algumas marcas vendem "gato por lebre", tal como acontece com tantos outros produtos que muitas vezes não damos conta, e quando vamos abrir as latas para separar, temos metade da lata com água, ou seja, só metade da lata é que é leite de coco. Não vou aqui dizer quais as marcas onde já me aconteceu isto, apenas referir qual é a que eu uso e que nunca tive problemas, é a do minipreço, marca própria.
Para esta receita, por exemplo, usei toda a parte sólida e aproveitei os cerca de 100 ml de água para os molhos. Também podem aproveitar para os "smoothie", papas de aveia.
Para verem a técnica que utilizo para facilmente separar a parte liquida da sólida, carregar aqui.

Confeção:
Comecei pelo recheio para que arrefeça enquanto se faz a base.
Fiz o café e deixei arrefecer um pouco já num tachinho. Dissolvi no café já morno o polvilho doce (habitualmente uso maizena mas hoje mudei para vos mostrar que é igual), e pus ao lume. Acrescentei a parte sólida do leite de coco e o adoçante e deixei que espessa-se, em lume brando e mexendo de vez em quando para que não agarre. Quando já estava um creme denso, bastante pastoso, deixei arrefecer e fui fazer a base e as bolinhas da decoração.




Para a base, coloquei as tâmaras descaroçadas no processador de alimentos com 2 colheres de sopa de água (não hidratei mas devem faze-lo nem que seja durante o tempo que estão a fazer o recheio). Triturei até ter uma pasta grossa e com muitos pedaços visíveis. Juntei o coco, os flocos de aveia, o cacau e voltei a triturar até ter uma farofa solta. Juntei 3 colheres de sopa ade água, aos poucos e continuei a triturar até ter uma massa que forma uma bola e se agarra ás paredes do processador.

 

Forrei uma forma de fundo amovível com papel vegetal e preenchi o fundo e as bordas com ela, pressionado para que fique bem tapadinha.
Quem não tem processador de alimentos pode triturar as tâmaras hidratadas com a varinha mágica e depois amassar bem com os restantes ingredientes numa tigela.
Verti o recheio sobre a base e levei ao frigorifico (mínimo 4 horas).

Para as trufinhas de coco, triturei as tâmaras num copo alto com 2 colheres de sopa de água com a varinha mágica. Acrescentei os restantes ingredientes e voltei a triturar com a varinha. Pus uma colher de sobremesa de cacau num prato, fiz pequenas bolas com a massa que obtive e passei no cacau.




Para fazer os molhos, misturei os ingredientes numa tigelinha.


Uma tentação saudável...



Comentários