Broas castelares (sem açúcar nem farinha de trigo)


Foi das coisas mais estranhas que já me aconteceu na cozinha: fazer uma versão saudável duma receita que não conheço a original!
Foi mesmo o que me aconteceu hoje quando fiz estas broas. Uma seguidora falou-me delas e gostava de ter uma versão saudável das suas broas natalícias favoritas. Eu fiz uma pequena pesquisa e percebi logo que é uma iguaria mais do sul, pelo não fazia parte do cardápio da minha casa, já que sou nortenha e serrana.
A verdade é que me lembro de ter comido recente, em jeito de provar, um destas fabulosas broas, que me foi enviada pelos pais dum funcionário em estagio na empresa do meu marido. Não foi que não me tivesse ficado a apetecer a caixa toda, mas se sou de provar tudo, não sou de me "lambazar" com o que não devo...
Entusiasmei-me, escolhi uma receita ao acaso da internet e fui para a cozinha tentar fazer as minhas broas castelares. Um desafio que aceitei com todo o gosto e quase um total sucesso. Disse "quase" porque uma parte que não me correu bem, fruto da total ignorância sobre a receita e o próprio produto: pus pouca massa por cada broa e ficaram muito baixinhas e com pouco conteúdo cada uma. Nada que ´vá acontecer a qualquer um de vocês que as vai fazer, com toda a certeza!
Vão precisar de:
( rendeu cerca de 20 broas; a medida da caneca que usei é de 250 ml de capacidade)
  • 300g de tâmaras descaroçadas e demolhadas em 250ml de água quente*
  • 650 a 700g de batata doce (são 2 batatas médias; na foto aparecem 3 mas usei apenas as 2 maiores)
  • 120g de farinha de amêndoa ou amêndoa sem pele moída (podem pôr mais se quiserem que não vai alterar em nada a receita, apenas mais sabor a amêndoa e mais algumas calorias....)
  • 1 caneca (bem servida) de farinha de aveia
  • 1 colher de sopa de canela em pó
  • raspa de 1 laranja*
  • 5 gemas de ovo + 1 para pincelar no fim
  • 1 colher de chá de mel para misturar no ovo com que pincelei no fim (opcional)

*Na receita só usei a raspa duma laranja. Sugiro que substituam alguma água de demolhar as tâmaras pelo sumo da laranja que rasparem. Tive as tâmaras a demolhar durante o tempo de cozedura das batatas doce.

Nota: Como devem imaginar, o resultado que vão ter não é o mesmo que as broas tradicionais. Jamais tâmaras trituradas fazem um efeito igual ao caramelo de açúcar e água. Como eu costumo dizer, não se pode ter tudo...

Confeção:
Comecei por pôr as tâmaras a demolhar num copo alto (ver a nota*) e as batatas a cozer. Cozo as batatas com a pele em água fervente por 20 minutos.

Escorri as batatas e deixei arrefecer um bocadinho enquanto triturei as tâmaras até estarem em puré. Descasquei as batatas, parti em pedaços e também reduzi a puré usando sempre a varinha mágica.
Levei o puré de tâmaras ao lume num tacho largo. Quando já bem quente (estava a iniciar a fervura), acrescentei o puré de batata doce, envolvi bem e deixei no lume alguns minutos, em lume médio. Juntei a amêndoa moída, a raspa da laranja, a canela e fui sempre envolvendo com o lume médio. Finalmente adicionei a farinha e misturei bem.



Bati as gemas com um garfo, retirei o tacho do lume por alguns instantes e verti as gemas, em fio e mexendo bem. Voltei a levar ao lume por mais 5 minutos para que as gemas cozam.
O que vão ter é uma massa muito densa, que não escorre e que até é difícil de mexer. Caso ainda não esteja assim, deixem no lume mais um bocadinho.





Passei para uma tigela, cobri com pelicula aderente, deixei arrefecer e descansar no frigorifico. Se puderem, façam a vossa massa de véspera. Eu fiz de manhã e pus as broas ao forno á noite.
Pus o forno a aquecer a 180ºC. Forrei o tabuleiro do forno com papel vegetal.
Numa tigelinha misturei 1 gema de ovo com 1 colher de chá de mel.
Com a ajuda de duas colheres de sopa, fiz pequenos montes de massa, passando entre as colheres. É exatamente o mesmo que fazer bolos de bacalhau. Coloquei no papel vegetal. Pincelei com a mistura de ovo batido e foi com o próprio pincel que achatei e dei o formato ás broas.
Levei ao forno por cerca de 30 minutos (até estarem douradinhas).










Deliciosas!


Comentários