"Muffins" de chocolate e noz (versão saudável; sem açúcar, farinha de trigo nem nenhum tipo de gordura)


Simples, mesmo muito simples de fazer e com um sabor incrível, são assim os meus "muffins" de chocolate. Uma receita simples que pode sofrer muitas alterações. Eu diria que raramente a faço da mesma maneira, seja na alteração do fruto que coloco, seja mesmo na confeção. A "base" é sempre a mesma e é o que faz deles únicos e muito apreciados pela família e amigos: o uso de chocolate preto de tablete.
Antes de ir á receita, sabe o que de facto distingue um muffins dum "cupcake" ou dum queque português? Se calhar está a pensar na habitual cobertura dos "cupcakes". Mas não, a cobertura nada tem que ver com a diferente denominação e pode bem comer um murffin com cobertura que seguramente não estará a comer um cupcake. A diferença está mesmo na massa que, no fim de prontos, faz com que fiquem densos, húmidos, pesados e menos doces que os seus pares.
A massa dum muffin é feita rapidamente e de forma muito simples, nunca devendo ser batida mas sim misturada e envolvida com uma espátula. Até os ovos devem ser simplesmente batidos com um garfo.
Já para fazer os "cupcakes" ou os queques, fazemos uma massa idêntica á dos bolos comuns.
Enquanto a massa do cupcake ou do queque esfarela quando estamos a comer, o mesmo não acontece com o muffin.
Outra grande e importante diferença é mesmo a quantidade de "açúcar" (ou agente adoçante) que colocamos. É bastante menor que nos outros dois bolinhos, o que os faz ótimos para comer em qualquer hora do dia, seja ao pequeno almoço ou a acompanhar o cafezinho a meio da manhã ou ainda o chá da tarde. Eu ainda os ponho na lancheira, sempre ao lado duma peça de fruta.
Esta é uma versão saudável mas calórica e fica já aqui a promessa que em breve partilharei uma bem mais "light". Tenho por isso o cuidado de os fazer pequenos. São bolos que não crescem no forno, o que quer dizer que quando os estamos a fazer já estamos a ver o seu tamanho final. Eu preencho apenas 3/4 da capacidade da forma (ou menos). Desta forma consigo reduzir as calorias por bolinho sem que fique a apetecer outro. A sua textura densa faz sentir satisfação só com aquela quantidade.


Para 10 a 12 "muffins" vão precisar de:
(Não os faço muito grandes porque são calóricos; essa é sempre a minha estratégia neste tipo de bolos. Reduzir em 25% o tamanho de cada bolo, não faz diferença nenhuma a comer e faz uma enorme diferença nas calorias ingeridas)
  • 200g de chocolate preto (usei 70% cacau mas podem usar o que quiserem incluindo o de culinária)
  • 1/2 caneca de nozes e mais uma mão cheia para a decoração*
  • 3 colheres de sopa de puré de tâmara (ver receita aqui) ou mel ou açúcar mascavado ou açúcar de coco
  • 5 colheres de sopa generosas de leite de coco sólido ou iogurte grego natural ou puré de maça ou ainda leite normal**
  • 3 ovos
  • 2 canecas de farinha de aveia (usei canecas de 240ml de capacidade)
  • 1 pitada de sal
*Podem usar a fruta que quiserem, seja ela seca ou fresca. Por exemplo: framboesas, morangos, manga, banana, maça,.. ou qualquer fruto seco fica bem.
** Se usarem leite normal têm de acertar a quantidade no fim. É muito fácil. A massa tem de estar idêntica a uma mousse de chocolate densa. Se a vossa massa estiver muito difícil de mexer, é só colocarem mais um pouco de leite até estar "maleável"

=>Para o molho de chocolate (opcional): podem fazer a quantidade que quiserem. A cada colher de cacau em pó corresponde uma de mel. Depois é só juntar um liquido até ter a consistência desejada. Eu usei o liquido (água) que fica no fundo das latas de leite de coco mas pode ser qualquer tipo de leite.
Confeção:
Pus o chocolate partido a derreter em banho maria. Liguei o forno a 180ºC.
Enquanto o chocolate derreteu, parti as nozes em pedaços com uma faca e bati os ovos numa tigela com um garfo.
Quando o chocolate já estava completamente derretido e em fio, retirei e acrescentei o puré de tâmaras (ou o que escolherem para adocicar) e envolvi bem. Juntei o leite de coco e voltei a envolver.
Verti sobre os ovos batidos e misturei bem. Adicionei a farinha e o sal. Voltei a envolver até ter uma massa idêntica a uma mousse mas bastante densa. Juntei a noz picada e envolvi mais uma vez.
Como disse em cima, o segredo dos muffins está na massa e esta nunca deve ser batida, apenas misturar os ingredientes com uma colher de pão ou espátula.






Agora vem a parte que têm de ter atenção. Esta massa não pode esperar muito tempo, ou seja, não pode arrefecer antes de ir para o forno porque vai começar a endurecer. Terão de colocar de imediato nas vossa forminhas. As minhas são de silicone para "cupcake" mas quaisquer umas servem. Fiz as 8 que tenho e mais 6 de mini queques. Apesar de não crescerem, não encho as formas,  porque, como já disse em cima, são bolinhos calóricos e devemos reduzir o tamanho para podermos comer sem preocupação. Encho apenas 3/4 da forma (ou menos).
Espalhei a noz que reservei para a decoração pelos "muffins", pressionando para que agarre á massa.
Levei ao forno por cerca de 25 minutos (convém espetarem o palito ao fim dos 20 minutos).
Desformei depois de frios!




Que tentação...


Comentários