Cheesecake de maça (feito com queijo quark; sem açúcar)

Que eu sou uma apaixonada por cheesecake já não é novidade para ninguém. Que não me caso de fazer, de experimentar sabores novos, novas receitas, também não. Que não me canso de os comer também é certo! Isto quer dizer que, para poder comer o cheesecake que me apetece tenho de os fazer o mais pobres de calorias que posso. Pois, estragar a dieta é que não pode mesmo ser!
Esta é mais uma receita minha, sempre numa tentativa de fazer diferente, mantendo a essência do famoso bolo de queijo, diminuindo calorias e buscando os sabores da época.




Vão precisar de:
Base
  • 1 e 1/2 canecas de flocos de aveia
  • 1 maça média (sem descascar)
  • 1 caneca de tâmaras descaroçadas (cerca de 12 tâmaras; não é para hidratar)
  • 1 mão cheia de amêndoas (ou avelas ou nozes)
Recheio
  • 500g de queijo quark (usei % mat. gorda)
  • 200g de queijo creme magro (usei o que está á venda no Lidl; é mais económico e tem muito menos calorias do que a maioria que estão á venda no mercado)
  • 3 maças e sumo de meio limão para fazer puré (dá para o recheio e cobertura)
  • 1/2 caneca de adoçante em pó ou mel ou xarope de agave ou o que preferirem para adocicar
  • 5 folhas de gelatina
Cobertura
  • 5 tâmaras descaroçadas, demolhadas e feitas em puré
  • puré de maça
  • 1 colher de sopa rasa de leite de coco ou queijo quark ou iogurte grego (é opcional; podem reservar 1 colher de sopa de queijo quark do recheio que não vai fazer falta)
  • 1 maça e grãos de romã para a decoração
Nota:
Fiz numa forma de fundo amovível pequena, de 22 cm de diâmetro. Para fazerem numa forma maior não é necessário duplicar os ingredientes, apenas colocar mais cerca de 25% de alguns. Não irá ficar igual ao meu, será mais baixinho, mas terá a quantidade certa por fatia.
Começando na base, se fizerem com uma maça grande, terão que colocar mais aveia para ficar na consistência certa. Será o suficiente para fazer a base duma forma maior.
No recheio, podem por exemplo pôr mais 200g de um dos queijos, o que preferirem, e mais 2 ou 3 colheres de sopa de puré de maça (não se preocupem que não vai faltar para a cobertura se cozerem as 3 maças). Terão que compensar nas folhas de gelatina com mais duas. Provem no fim e vejam de precisa de mais adoçante, é provável que não.
Confeção:
Comecei por fazer o puré de maça. Descasquei e parti as maças em pedacinhos. Coloquei num tachinho e levei ao lume com sumo de meio limão, uma colher de chá de adoçante (opcional) e uma de canela em pó (opcional). Deixei cozinhar em lume brando. A maça largou liquido suficiente para cozer; se precisarem de ter o lume alto, coloquem um pouco de água. Triturei com a varinha mágica.
Para a base, coloquei as amêndoas no processador de alimentos e triturei até ter uma farinha grossa. Acrescentei a aveia, a maça partida em pedaços sem descascar, as tâmaras descaroçadas sem hidratar e triturei tudo até ter uma massa compacta que forma uma bola gigante no processador.


Caso a vossa massa esteja muito mole (depende sempre do tamanho da maça e do sumo que vai largar), acrescentei mais um pouco de aveia. Eu tive de acrescentar, a minha maça pequena mas muito sumarenta.
 Forrei uma forma de fundo amovível com papel vegetal e verti a massa. Forrei a base com essa massa. Reservei no frigorifico enquanto fiz o recheio.
Para o recheio, pus as folhas de gelatina a hidratar em água por breves minutos. Aqueci 50ml de água no microondas. Escorri as folhas da água e juntei-lhes a água quente para que derretam.
 Juntei 7 colheres de sopa de pré de maça ás folhas de gelatina derretidas, misturei, acrescentei o adoçante e voltei a misturar bem (costumo pôr mel mas tenho andado a abusar das sobremesas e optei pelo adoçante em pó).
Noutra tigela misturei os queijos. Juntei o prepara de maça aos queijos, envolvi bem e verti sobre a base.
Reservei no frigorifico durante a noite (6 horas no mínimo).








Para a cobertura, pus as tâmaras a demolhar com água até cobrir mas sem as tapar, durante o tempo que o bolo esteve a enrijecer (durante a noite). Triturei até ter um puré macio. Fui juntando ao puré de tâmaras puré de maça, colher a colher, e provando até não estar demasiado doce. São cerca de 5 colheres de sopa. Também acrescentei 1 colher de sopa de leite de coco para ficar na consistência de escorrer sem cair mas é opcional (é uma técnica de decoração quando queremos o efeito do caramelo de tâmaras a escorrer e ficar pelo meio, ou seja, não cai até ao prato). Espalhei de forma imperfeita por cima do bolo.


Para a decoração, cortei 1 maça pequena em fatias finas, sem descascar nem retirar caroço. Passei as fatias por sumo de limão e coloquei em cima da cobertura. Juntei grãos de romã.

Divinal!

Comentários