Tarte de legumes e ovo


Uma sobra de brócolos cozidos, uma mão cheia de espinafres a pedirem para serem consumidos, e uma curgete, sempre em quantidade no frigorifico já que são usadas em tudo, desde a sopa ás sobremesas, junta-se uns ovos e está feita uma refeição completa, diferente e equilibrada.
Nós adoramos e já fiz com os mais diversos legumes. Esta ficou bem verdinha e muito saborosa!
Vão precisar de:
  • 5 ovos
  • 5 colheres de sopa de iogurte grego natural ou queijo quark (hoje usei dos 2)
  • 5 colheres de sopa de queijo ralado (parmesão ou mozarela ou cheddar)
  • 1 curgete média
  • 1 mãos ceias de brócolos cozidos
  • 1 mão ceia de espinafres baby (cortados se estiverem muito grandes)
  • 1 pitada de sal
Confeção:
Comecei por fazer "massa" de curgete. Sei que nem todos têm o aparelhinho para tal, mas podem fazer com o tradicional descascador de cenoura. (vejam as fotos carregando aqui).
Coloquei a curgete numa tigela com uma pitada de sal. Reservei por 20 minutos. Ela vai largar parte da água. Escorri essa água e ainda apertei com as minhas mãos para libertar a restante. Podem fazer num pano, colocando lá a curgete e apertando. Este é um passo importante; se não o fizerem, a curgete vai libertar toda a sua água para o ovo e a tarte não vai cozinhar.

Liguei o forno a 200ºC.
Enquanto a curgete esteve a descansar para libertar a água, coloquei numa tigela os ovos e bati-os com o iogurte e o queijo. Juntei a curgete e os brócolos, ambos partidos.




Forrei uma tarteira com papel vegetal e verti o preparado para lá. Acrescentei os espinafres, pressionei um pouco para que entrassem no ovo, polvilhei com mais um pouco de queijo ralado.
Levei ao forno até estar cozinhado, cerca de 40 minutos (vemos que a tarte já se despega dos lados).
 Servi acompanhado de salada de alface, espinafres baby, tomate e cebola.
Nota: Pode ser feita com os mais diversos legumes, apenas é preciso ter atenção que não sejam legumes que larguem água.
Bom apetite!


Comentários