"Canelones" de curgete recheados com bolonhesa de frango e curgete

 
Que bem que me soube fazer esta refeição! Já vem sendo habito, desde o inicio das ferias escolares, a companhia da minha filha Camila na cozinha, mas desta vez ela deu mesmo uma grande ajuda!


Tinha-me sobrado um bocadinho de carne de peito de frango picado de uns hambúrgueres que tinha feito para os miúdos. Eram cerca de 250g (ou menos) e não sabia que fazer com ela. Nas refeições seguintes iriamos estar os 4 a comer e não dava para uma refeição para todos. No momento pensei apenas em cozinhá-la para que não se estragasse e depois logo pensaria em alguma coisa. Para ser rápido, e porque era muito pouco, refoguei um pouco de cebola e alho numa frigideira, acrescentei a carne e um pouco de molho de tomate com salsa já pronto. Deixei cozinhar, depois arrefecer e guardei no frigorifico numa caixa fechada.
Ontem cheguei a casa tarde e cansada! Ainda a habituar-me ao regresso ao trabalho, não me apetecia fazer sopa. Não é normal, até porque há sempre sopa para o jantar.
Perguntei em casa o que lhes apetecia. Bom, o meu filho é o costume: "Nada que seja de dieta mamã, estou farto da tua dieta!". O meu marido não se prenuncia e gosta sempre de tudo que faço. A Camila disse-me: "Mamã, tens carne no frigorifico já feita. Podíamos fazer qualquer coisa com ela."
Confesso que o que me veio há cabeça de imediato foi fazer o esparguete de curgete, acrescentar cogumelos á carne e fazer esparguete de curgete à bolonhesa, mas tinha feito nas ferias e não me apetecia repetir. A minha filha logo se lembrou dos canelones.
Como já era tarde, fomos as duas fazer a refeição. Enquanto eu parti a curgete em fatias, ela temperou e grelhou. Ao mesmo tempo eu fui tratando da carne, colocando num tacho ao lume e acrescentando a curgete que saiu mal partida cortada bem fininha.
O resultado foi este. Acabei por fazer as delicias de todos.
Vão precisar de:
  • 250g de carne de frango picada
  • 1 cebola pequena ou meia média
  • 1 dente de alho picado
  • 4 colheres de sopa de molho de tomate com salsa já pronto ou tomate em pedaços de lata, salsa e orégãos
  • 2 curgetes
  • azeite, orégãos e sal para temperar a curgete
  • 5 colheres de sopa de molho de tomate já pronto para a base e cobertura final
  • queijo mozarela para gratinar
  • orégãos para polvilhar no fim
Confeção:
Numa frigideira anti aderente coloquei a cebola e o alho a refogar. Quando a cebola já estava mole, acrescentei a carne. Deixei cozinhar até estar solta, mexendo de vez em quando. Juntei o molho de tomate e cozinhou mais alguns minutos. (como disse em cima, eu não fiz tudo ao mesmo tempo, pelo que deixei arrefecer e guardei no frigorifico; quando foi para fazer esta refeição, passei a carne para um tachinho).


Passei a carne para um tachinho, acrescentei mais uma colher de sopa de molho de tomate e levei ao lume, médio.
Lavei e cortei as curgetes em fatias finas. As fatias que saíram mal cortadas (cerca de 6 pedaços), parti em pequenos pedaços e acrescentei á carne.



Temperei as fatias de curgete com azeite, sal e orégãos e levei a grelhar numa frigideira antiaderente por breves minutos até estarem moles e possíveis de enrolar.

Com a curgete grelhada e carne com curgete pronta, liguei o forno a 200ºC.
Numa assadeira coloquei 2 colheres de sopa de molho de tomate espalhei.
Estendi as fatias de curgete grelhadas na tabua, coloquei uma colher de sobremesa de carne na ponta de cada uma e enrolei. Espalhei pela assadeira.




Reguei com o restante molho de tomate e polvilhei com queijo mozarela, parmesão ralado e orégãos.
Levei ao forno até o queijo estar gratinado.




Bom apetite!