"Jardineira" de vitela com batata doce e ovo escalfado

Aproveitamento de carne de vaca estufada


Todos nós temos aquelas sobras de carne estufada, assada ou cozida que não dá para toda a família fazer uma refeição conforme está e que temos de transformar. Lembro-me de quando era pequena a minha mãe fazer empadão que eu e as minhas irmãs adorávamos, ou massa á lavrador que era outra perdição, para não falar da feijoada que fazia da sobra do cozido á portuguesa. O curioso era mesmo que gostávamos mais destas refeições de aproveitamento do que a original.
Eu hoje em dia não faço exatamente o que a minha mãe fazia, embora considere que tudo que faz parte da gastronomia tradicional e mediterrânea é bom e deve ser conservado. Alguns pratos devem ser consumidos com moderação, mas não devemos esquece-los.
O que eu faço é uma aproximação a estes pratos tipicamente portugueses. Não tenho propriamente uma receita, faço de acordo com o que tenho em casa, seguindo apenas a ideia central desses pratos.
Aqui vou mostra-vos como aproveitei uma sobra de carne de vitela estufada. Era um estufado simples, como sempre faço desde que os meus filhos eram pequenos. Uso carne para bife, magra e macia, não faço grandes temperos, prefiro deixar apurar através da fervura lenta.

Esta sobra de carne estufada não era suficiente para nós os 4 cá me casa, por isso resolvi colocar ovos no final para "compor" um bocadinho mais do ponto de vista proteico, ou seja, ficar mais equilibrada nutricionalmente.
Para 4 pessoas vão precisar de:
  • Uma sobra de carne de vitela estufada ( a minha foi estufada com cebola, alho, tomate, um fio de azeite, meio copo de vinho branco, sal, salsa e ervilhas)
  • 1 lata média de cogumelos laminados
  • 1 batata doce grande ou 2 médias
  • 1 chávena de ervilhas
  • 2 ovos

Confeção:
Pus a carne ao lume e acrescentei uma chávena de água. Deixei ferver. Enquanto isso, descasquei e parti a batata em cubos.
Quando estava a ferver, acrescentei os cogumelos escorridos e a batata doce. Deixei cozinhar até a batata estar macia. Acrescentei as ervilhas e deixei ferver mais 5 minutos.
Retifiquei os temperos (pode precisar de um pouco de sal) e a quantidade de liquido (pode precisar de água para os ovos escalfarem).
 Parti os ovos para um copo. Abri um espaço entre a carne e coloquei os ovos, um de cada vez e devidamente separados. Tapei e deixei cozinhar por mais 5 minutos. Está pronto a servir.
Nota: Se não houver espaço suficiente entre a carne para escalfar os ovos ou se tiverem dificuldade em servir sem rebentar os ovos, retirem a carne sem molho para a travessa e coloquem os ovos só no molho. Depois é só colocar os ovos e o molho por cima.





Bom apetite!







Comentários